sexta-feira, 24 de março de 2017

Quando eu quase virei uma calopsita - STAG

Oie!

O post de hoje é um pouco diferente. Ele faz parte de um projeto do QG dos Blogueiros. Fui taggeada pela Clarissa, do blog Próxima Primavera, pra contar #AquelaHistória. Pensei, pensei, pensei numa história pra contar e acabei vendo que não faço nada de emocionante da vida, então aí vai um fato que aconteceu comigo anos atrás e até hoje eu fico com pena de mim mesma ao lembrar haha

Here we go!



Até lá por 1999, eu era uma criança bem loirinha e, de vez em quando, até simpática (haha). Só que a natureza resolveu que meu cabelo ia escurecer, até eu me tornar morena, sem nem saber se eu realmente queria ser morena. Dammit, genetics! Eu gosto de cabelos de todas as cores, mas os loiros mexem comigo, e é dessa cor que eu queria que ele ficasse. Acho que tem mais a ver comigo, além de que adoro mudar o visual. Enjoei da minha cara igual sempre, e como mudar ela não estava nos planos, resolvi mudar o cabelo mesmo. Então, em 2009, resolvi que era a hora de fazer umas mechas loiras no cabelo, e lá fui na minha cabeleireira de anos, que sempre mantinha minha franjinha no lugar certo e sabia direitinho cuidar do meu cabelo. Mal sabia eu que ia passar por uma experiência um tanto quanto traumática...

Bom, o Dia da Mudança chegou e eu estava super animada. Ansiosa que sou, mal podia esperar pra ver o novo look. A minha cabeleireira da época (prestem bem atenção, da época) era muito querida, super falante porém tinha a atenção desviada rapidamente. Ela que tocava todo o negócio, atendia, marcava hora, recebia pagamentos e tudo mais. Incomodava um pouco, já que uma hora ela estava ali, cortando as pontinhas duplas, e logo já estava na porta informando o valor de alguma coisa. Mas era ela que cuidava dos cabelos de muita gente da minha família, então apesar da demora a cada vez que íamos lá, sempre acabávamos voltando.

Pois bem, eu escolhi fazer as tais "luzes" no cabelo com touca, em vez de fazer com papel laminado. Achava que ficava mais bonito, e eu queria ficar bem loira. E lá foi ela, puxou o cabelo por todos buraquinhos da touca, colocou o produto e deixou agir. Passado algum tempo, ela foi olhar e falou "Ah, mais uns 5 minutinhos e já tá pronto!". Uhuuul, loira, loira, loira!

Só que lá no fim dos 5 minutinhos, entrou um rapaz pedindo mil informações e ela simplesmente não se livrava dele, e esqueceu que eu estava lá, ficando loira de modo exponencial. Eu só sentia a minha cabeça ficando quente por causa do produto, e meu coração batendo forte. Meu cabelo estava sendo cozinhado pela demora, mas né, uns minutinhos a mais não iam fazer diferença... Eu ia sair a Gisele Bundchen de qualquer jeito.

E finalmente ela veio tirar. Só que meu cabelo ficou tão fraco que começou a quebrar todo quando ela tirava a touca. Eu ainda estava animada pra ver o resultado, nem sabia do problemão que tinha dado. Quando ela secou, deu pra ver vários fios super loiros, e super quebrados, em toda a volta da minha cabeça. Eu estava literalmente com um topete de calopsita. só que em todo cabelo, e não de um modo fofinho. Mirei na Gisele e saí a Cacatua.

Estava seco, espetado, e ela não parava de passar óleo pra tentar ajeitar tudo. A única sensação que eu tinha era choque e nem conseguia reagir. Minha mãe também olhava perplexa, sem saber o que fazer. Quando ela terminou tudo, eu fui pra casa e fiquei quase uma semana sem me olhar no espelho. Meu sonho de ficar loira acabou se transformando numa realidade quase careca, com o cabelo seco e quebrado. Acho que foi uma das piores experiências de toda a minha vida. Só queria ir pra longe pra ninguém me ver, até que o cabelo ficasse parelho novamente. Foi um caso de Quase-Irene hahaha (entendedores entenderão)

Um ano depois, acabei tonalizando o cabelo para um tom meio ruivo, e demorei muito pra me aventurar de novo nos loiros. Mas nunca mais no mesmo salão.

O que eu aprendi com essa experiência? Mudanças no cabelo mexem muito com a nossa auto estima. Positivamente, ou não. Mas cabelo cresce. Se errou uma vez, tem sempre chance de tentar de novo, de outro jeito, em outro lugar. Nem sempre as coisas acontecem do jeito que a gente espera.

Ah, acho que isso vale pra tudo na vida. ;)

Ah, de novo, e escolham bons profissionais, haha.

****************************************************

Bom, no fim eu tenho que indicar 5 blogs pra responderem a tag #AquelaHistória pra participarem do projeto. Mas dessa vez vou ser muito danadinha e deixar em aberto pra quem quiser responder :)

Gostaram da história? Se responderem, me avisem aí pra eu ver também! =D


quarta-feira, 22 de março de 2017

TAG: 40 Perguntas de beleza - Pt. 1/2

Queria fazer algum post diferente sobre maquiagem, e decidi procurar uma TAG sobre o assunto. Lembrei que vi há um tempo atrás no blog da Lia Camargo uma TAG de 40 perguntas sobre beleza e achei elas bem legais, são todas sobre seus favoritos e mais usados, de várias categorias. Decidi dividir em duas partes pra não ficar tão cansativo :)

Here we go!

Perguntas:

1. Quantas vezes você lava o rosto por dia?
Quando acordo e quando vou dormir.

2. Qual é o seu tipo de pele?
Oleosa, e bastante!

3. Qual é o seu creme para o rosto favorito?
Hidratante noturno, da Panvel Faces. Bem denso e não deixa a pele oleosa.

4. Você esfolia o seu rosto?
Sim, com mel. É o melhor esfoliante que existe! 

5. Você tem sardas?
Não.

6. Usa creme para a região dos olhos?
Ainda não! haha

7. Tem problemas com acne?
Sim, muitos e não vejo a hora de me livrar deles x.x

8. Usa creme para espinha?
Uso tudo que encontro! Gosto muito de um gel secativo, da Panvel Faces, e passo ele de vez em quando.

9. Qual base você usa?
Minha base favorita do momento é a Matte da Ruby Rose. Melhor descoberta ever <3

Creme pro rosto, pra espinhas e base favorita.

10. Qual é o seu corretivo preferido?
O corretivo em pasta, da Panvel. É bem baratinho e acho a cobertura ótima.

11. O que você acha de cílios postiços?
Acho lindos, mas nunca usei. Quero muito aprender.

12. Você sabia que deve mudar de máscara de cílios de 3 em 3 meses?
Sabiaaaaa. Mas mudo? Não :x

13. Qual é a sua marca de máscara de cílios preferida?
No momento, a Máscara Escândalo, da Quem Disse, Berenice?.

14. MAC ou Sephora?
Ruby Rose, porque consigo pagar HAHAHA

15. Quais são os seus acessórios de maquiagem preferidos?
Amooo pincéis, mas se tivesse que escolher uma coisa, seria a esponjinha <3

Corretivo, máscara e acessório preferido.

16. Usa primer nos olhos?
Não!

17. E no rosto?
Também não. Nunca usei =O

18. Qual é a sua sombra favorita?
Gosto muito de um duo marrom, que veio num kit que comprei na Debenhams, em Londres, há uns seis anos. Sim, ainda uso e tá uma maravilha.

19. Usa delineador em gel ou líquido?
Líquido (quando consigo usar hihi), mas acho que em gel deve ser bem mais fácil de passar.

Sombra e delineador.

20. O que acha de pigmentos?
Acho lindoooos, mas nunca usei =O

Alguém aí já respondeu essa TAG? Se já, me contem aí! Ou me digam quais os favoritos de vocês =D

segunda-feira, 20 de março de 2017

Corretivo 2 em 1, da Ruby Rose


Ai gente, vocês prometem que não ficam brabas comigo se eu vier aqui falar da Ruby Rose de novo?? Não né? Até porque vou falar do mesmo jeito hahahaha Sorry! :x

Já são inúmeros posts aqui no blog, mas não me canso. Vejo uma novidadezinha com uma resenha boa que já fico animada. E ajuda muito que a marca tem ótimos preços, então consigo comprar um agradinho de vez em quando hihihi

Preparadas pra ouvir falar do Corretivo 2 em 1, da Ruby Rose?! "Siiiim!" hahaha

O achado da vez foi essa belezinha, que de um lado é corretivo líquido e do outro é corretivo em bastão. Vou confessar que não sou a maior fã de corretivo em bastão, mas esse achadinho custou só R$6,50 (como que essa marca consegue???) então resolvi arriscar. E vocês duvidam que não amei??? Amei siiim!

Corretivo em bastão.



Corretivo líquido.



Comprei a cor L1, que é a mesma da base que eu tenho da marca. A moça da loja disse que esse era branco que nem papel, mas nem me abalei. Gosto mais clarinho pra iluminar, além de que nasci fazendo cosplay de palmito. Ficou ótimo em mim! Ambos lados são super sequinhos e duram bastante. No site, encontrei 6 cores dele.


A cobertura dele é ótima! Dá pra construir camadas e é um dos melhores corretivos que já testei. Tem cheirinho de vó, suave, que não incomoda. Eu até que gosto haha


A embalagem é bem prática, você pode levar ele na bolsa e já conta com os dois tipos. O que não gostei é que o pincel do corretivo líquido é grudado na parte maior, ou seja, na mais pesada. Achei que isso dificulta um pouco a aplicação. Seria melhor que o pincel fosse a parte "móvel", entendem??? Tirando isso, foi tudo alegria.


Resumindo: nota 1000! Fico chocada com o custo benefício dos produtos, nunca tive nenhuma decepção. Como será que conseguem??? Tiro meu chapéu x)


 Vocês gostam desses posts de produtos baratinhos? Me contem aí nos comentários se gostam e se conhecem!

sexta-feira, 17 de março de 2017

Testando DIY da Internet: Quadrinho de Botões

Lá venho eu de novo com DIY. Nem vou repetir o quanto eu gosto de fazer eles hahaha

Mais uma vez vou testar uma inspiração que vi na internet. Escolhi fazer um quadrinho com moldura de botões, pra por na minha parede de quadros. Quando pintei o quarto, uma parede ficou bem ruinzinha devido à bricolagem, ou sei, minha falta de conhecimento sobre o assunto pintar e rebocar parede. Pra isso, resolvi colocar alguns quadrinhos nela, mas queria coisas diferentes e de várias formas e tamanhos. Achei essa ideia ótima e parti pro abraço.

Vocês podem ver aqui e aqui algumas inspirações desse modelito.

Será que deu certo? 

O que usei:
  • Uma moldura pra foto. A minha é pra fotos tamanho 13x18cm, e paguei R$5,90. Feita de MDF;


  • Cola para artesanato. Usei uma de silicone, mas não indico porque demora muito pra secar, talvez cola quente seja melhor;

  • Pincel e tinta, pra pintar o fundo;


  • Botões. Muitos deles. MUITOS. Comprei de vários tamanhos. Uma caixinha com 100, de aproximadamente 1cm de diâmetro saiu R$2,70. 



Primeiro pintei a madeira com tinta branca, pra servir de fundo. Depois fui espalhando os botões por cima. Escolhi fazer preto, branco e cinza pra ficar neutro e eu não enjoar logo. Vocês não sabem a dificuldade de encontrar botões cinza nessa cidade, por isso vão ver poucos deles hahaa 

Fiz uma conta por cima, e vi que ia precisar de quase 200 (!!!) de 1cm de diâmetro. A princípio achei que a conta estava errada, mas pensei "não, Raquel, você vai ser engenheira, tem que ter feito a conta certa!", e no fim usei aproximadamente 150, porque comprei de vários tamanhos. Então a melhor ideia é comprar vários maiorzinhos e deixar pra preencher os buracos com os menores. Nas fotos que tinha visto, eles colocaram os botões uns por cima dos outros, mas achei que assim ficava mais clean e também gastava menos botões, porque né, 200 botões é DEMAIS.

Depois que espalhei todos, comecei a colar :)




 O resultado final foi esse, tcharan!:


Gostei bastante de como ficou. A foto desvalorizou um pouco por causa dos botões e fundo brancos, mas garanto pra vocês que ficou bem bonitinho. Agora só preciso imprimir uma foto desse tamanho pra ficar ainda melhor.

Minha dica: não subestimem a quantidade de botões que vão utilizar, porque é realmente muito.

E aí, o que acharam? =D


quarta-feira, 15 de março de 2017

Séries que eu abandonei...

...mas um dia vou terminar! hahaha


Eu adoro séries e filmes, mas não tenho lá muito tempo pra assistir. Quando estava no colégio a long time ago, comecei a assistir várias e amava todas. Porém, o tempo foi passando, as séries entravam em férias, tinham episódios enrolados, demoravam pra continuar, e acabei largando. Reuni aqui nesse post algumas delas, que abandonei, mas ainda assim amo e um dia quero continuar a assistir :)


New Girl

Eu amo a Zooey Deschanel, e foi por isso que comecei a assistir essa série. Adoro uma comédia com romance, e essa série era a história de Jess, uma garota jovem que ia morar em 3 caras solteiros. Ela era super engraçada e desastrada, e com o tempo ia aprendendo a conviver com seus colegas de apartamento. A série começou a ser gravada em 2011, e hoje está na sexta temporada.


(Fonte)

Pretty Little Liars


Essa é uma das minhas séries favoritas, tanto de TV quanto de livros. A história do desaparecimento de Alison me intriga até hoje, porque quando parei de assistir, lá pela terceira temporada, nada ainda tinha sido resolvido. Um dos motivos porque parei de assistir foi a imensa enrolação com tudo, e o quanto a série estava se distanciando do enredo dos livros. Eu ficava bem confusa com os acontecimentos com os personagens, e decidi só retomar assim que a série terminasse. Ela começou a ser transmitida em 2010, e as gravações se encerraram no fim do ano passado, na sétima temporada. Sinto muita falta da personagem da Ashley Benson, a Hanna, e não vejo a hora de voltar a assistir <3

(Fonte)

2 Broke Girls


Esse sitcom foi ao ar pela primeira vez em 2011, bem na época que eu acompanhava mais séries. Decidi começar a ver por causa do enredo: duas garçonetes, com diferentes histórias de vida e com sonhos distintos, tentando a vida. Max vinha de família mais pobre, que fabricava cupcakes, e Caroline, que tinha uma vida cheia do bom e do melhor, mas que ficou pobre após alguns acontecimentos com o pai dela. A série aqui no Brasil se chama Duas Garotas em Apuros (adoro essas traduções... mas essa até que combinou), está na sexta temporada e o que eu mais gostava era dos episódios curtinhos, de 22 minutos, e bem divertidos.


(Fonte)

Friends


Por último, e não menos importante, a primeira série que acompanhei na vida, com a melhor música de abertura, os melhores atores e a melhor história: Friends! Parece meio controverso que eu tenha abandonado essa série e goste tanto, mas parei de ver por falta de tempo mesmo. No total, são 10 temporadas transmitidas de 1994 (só coisas boas nasceram nesse ano :x) até 2004. O sitcom conta a história de 6 amigos que vivem em Nova York, começando com Rachel indo morar com Monica após seu casamento não ter dado certo. Ai, nem sei o que mais falar dessa série, só sentir <3 <3 <3 


(Fonte)


E aí pessoal, já assistiram alguma dessas? Gostaram ou abandonaram? Me contem aí nos comentários! :D